Ônibus vão circular de acordo com a mesma tabela de domingo, com 40% de frota. Shoppings vão funcionar, afirma Sindivarejista.

Por G1 DF/Foto: Divulgação - 11/10/2017 - 17:46:44

Nesta quinta-feira (12) é comemorado o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e de Brasília, e também o Dia das Crianças. Durante o feriado, alguns serviços não funcionam ou abrem em horário especial no Distrito Federal (veja abaixo).

Segundo o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), o funcionamento dos ônibus seguirá a mesma tabela adotada nos domingos, com 40% da frota em circulação.

O metrô vai funcionar no feriado das 7h às 21h, com embarque e desembarque nas estações até às 19h. Depois desse horário, os passageiros só poderão embarcar na Estação Central, e o desembarque, em todas as outras.

As agências bancárias estarão fechadas no feriado. Na sexta-feira, voltam a funcionar normalmente.

Os postos de atendimento do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) não vão abrir na quinta-feira. Haverá plantões apenas para fiscalização.

A Fundação Hemocentro de Brasília não abrirá na quinta-feira. Na sexta-feira (13), o atendimento será normalizado, das 7h às 18h. Aos domingos, Hemocentro fecha. A instituição fica no Setor Médico-Hospitalar Norte, Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3 (Asa Norte). Mais informações pelo telefone 160, opção 2.

Os postos do Na Hora estarão fechados na quinta-feira (12), mas voltam a funcionar normalmente na sexta-feira, das 7h30 às 18h30. Eles têm horário diferente aos sábados, das 7h30 às 12h30. Aos domingos, não abrem.

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista), o comércio, composto por lojas de rua e shoppings, tem permissão para abrir neste feriado. Os shoppings funcionam de acordo com o horário de domingo, das 14h às 20h.

Segundo informações do GDF, alguns órgãos, como centros de saúde e ambulatórios, estarão fechados. Mas os moradores do DF poderão contar com o atendimento das unidades de pronto-atendimento (UPAs) e das emergências dos hospitais, que vão funcionar normalmente também.

Na quinta, as agências da Secretaria de Fazenda e o atendimento telefônico pela central 156, opção 3, não vão funcionar. O atendimento virtual para dúvidas e solicitações estará disponível, mas as respostas serão dadas posteriormente.

Emissões de segunda via para pagamento de impostos poderão ser feitas normalmente pelo portal da Fazenda.

Na quinta, funcionarão em sistema de plantão de 24 h as seguintes delegacias: 1ª (Asa Sul), 4ª (Guará II), 5ª (Asa Norte), 6ª (Paranoá), 13ª (Sobradinho), 18ª (Brazlândia), 20ª (Gama), 21ª (Taguatinga), 23ª (P Sul), 24ª (Setor O), 26ª (Samambaia), 27ª (Recanto das Emas), 30ª (São Sebastião), 31ª (Planaltina) e 33ª (Santa Maria).

A Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), localizada na 204/205 Sul, e as duas delegacias da Criança e do Adolescente, na 204/205 Norte e no Setor de Indústrias Gráficas, vão funcionar 24h também.

A Delegacia Eletrônica e o telefone 197 ficarão disponíveis 24h.

O Shopping Popular da Ceilândia, na QNM 11, vai funcionar em horário normal na quinta (12), das 8h às 18h. O local terá programação para o público infantil, com brinquedos infláveis e distribuição de guloseimas.

O Shopping Popular de Brasília estará fechado no feriado.

Confira o horário de funcionamento dos pontos turísticos:

Abre de 9h às 17h. A entrada custa R$5 por pessoa. Crianças com até 12 anos incompletos, idosos a partir de 60 anos e pessoas com deficiência não pagam ingresso.

Para pedestres e ciclistas, a entrada é gratuita, das 7h às 8h50.

Onde fica: Área Especial, Setor de Mansões Dom Bosco, entrada pela subida da QI 23 do Lago Sul.

Abre de 8h30 às 17h. A entrada custa R$10 a meia entrada para crianças de 6 a 12 anos, estudantes, idosos (acima de 60 anos), professores, beneficiários de programas sociais do governo. Para crianças de até 5 anos e pessoas com deficiência, o ingresso é gratuito.

Onde fica: Avenida das Nações - L4 Sul.

Planetário de Brasília

Abre de 8h às 19h. A entrada é gratuita, mas quem quiser pode doar 1 kg de alimento (exceto sal)

Onde fica: Eixo Monumental, atrás do Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Onde fica: Eixo Monumental, próximo ao Estádio Nacional Mané Garrincha

A visita está suspensa para manutenção.

A Biblioteca Pública de Brasília, que fica na EQS 312/313, está fechada para reforma desde abril. A Biblioteca Nacional, que fica na Esplanada dos Ministérios, não abre nesta quinta (12).

Onde fica: BR 040 – Km 0.

Onde fica: 106/107 Sul

Memorial dos Povos Indígenas

Onde fica: Eixo Monumental, em frente ao Memorial JK.

A Casa do Cantador, que fica em Ceilândia, não abrirá no feriado.

Centro Cultural Três Poderes

Onde fica: Praça dos Três Poderes.

Onde fica: Setor Cultural Sul, próximo à Rodoviária do Plano Piloto.

Onde fica: Setor de Clubes Esportivos Sul.

O livro O Silêncio da Doença de Alzheimer: Manual para fisioterapeutas, fonoaudiólogos, cuidadores e familiares, da Editora Senac-DF, está entre os dez finalistas que concorrem à premiação mais importante da literatura brasileira: o Prêmio Jabuti, que está em sua 59ª edição. A obra de Neí Maria Garcia compete na categoria Ciências da Saúde. A lista dos dez primeiros colocados nas 29 categorias foi divulgada nesta terça-feira (3), pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). A apuração da segunda fase, na qual serão conhecidos os vencedores deste ano, acontecerá em 31 de outubro, e a cerimônia de entrega dos prêmios será realizada em 30 de novembro, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo. 

O Prêmio Jabuti foi criado em 1958 e é outorgado anualmente pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), sendo considerado o mais tradicional e prestigiado prêmio literário no Brasil. Nesta edição, os autores e as editoras das obras vencedoras de cada categoria receberão um troféu Jabuti e os autores receberão R$ 3.500. As obras classificadas em segundo e terceiro lugares de cada categoria também receberão um troféu Jabuti para o autor e um para a editora. Os classificados em primeiro lugar nas 29 categorias gerais concorrerão ainda à categoria "Livro do Ano" nas áreas de ficção e não-ficção. Esses dois vencedores receberão R$ 30 mil cada um.

Sobre a obra 

O livro O Silêncio da Doença de Alzheimer apresenta o passo a passo da fisioterapia por meio de inúmeras fotos ilustrativas, além de textos e informações de diversos profissionais que reconhecem e valorizam o  desafio que representa a humanização no tratamento da Doença de Alzheimer. É uma obra técnica destinada  primordialmente ao profissional “não médico”, como fisioterapeutas, fonoaudiólogos, cuidadores, assistentes sociais entre outros, que atua junto a outros profissionais no cuidado ao paciente com Doença de Alzheimer.

A autora Neí Maria Garcia é fisioterapeuta formada em 1998 pela Associação Catarinense de Ensino, em Joinville, Santa Catarina. Possui pós-graduação em Neurologia, pela Universidade de Brasília (UnB), e em Dermato-funcional, pela Universidade Gama Filho, além de mestrado em Ciências da Saúde, também pela UnB. É autora do livro Passo a passo da drenagem linfática - manual em cirurgia plástica 2010, também da Editora Senac Distrito Federal.
 


Informou Senac-DF - 11/10/2017

Operação 'Checklist' apura organização criminosa suspeita de liberar coletivos que não tinham condição de circular. Esquema funcionou mediante pagamento de propina, diz investigação.

Por Rita Yoshimine e Gabriel Luiz, TV Globo e G1 DF - 05/10/2017 - 08:05:16

O Ministério Público e a Polícia Civil do Distrito Federal prendeream quatro pessoas na segunda fase da operação "Checklist" nesta quinta-feira (5). A ação apura a existência de uma organização criminosa envolvendo servidores públicos da Secretaria de Mobilidade por fraudar a vistoria de ônibus e micro-ônibus em troca de pagamento de propina. Segundo as investigações, as irregularidades afetam principalmente cooperativas.

As quatro prisões são temporárias, com prazo de cinco dias. Os detidos são Cláudio Marcello Oliveira Pinheiro, Robson Medeiros de Morais, Marlene Francisca Avies Chagas e Pedro Jorge Oliveira Brasil. Dois desses alvos são servidores da área de fiscalização da secretaria.

Também há um mandado de condução coercitiva contra Carlos Mi de Oliveira – quando a pessoa é levada a depor. O grupo é suspeito de agir no terminal do Gama. O G1 tenta localizar a defesa deles e aguarda posicionamento da Secretaria de Mobilidade sobre a nova fase da "Checklist".

"Com efeito, as investigações policiais preliminares apontam para um possível envolvimento dos representados. Nesse quadro, tenho que a prisão temporária se apresenta como medida que possibilitará a elucidação dos fatos em questão", entendeu a juíza Christiane Campos, da 3ª Vara Criminal de Brasília.

Na decisão, a juíza também autoriza os investigadores a apreender "quaisquer documentos, quantias em dinheiro cuja origem lícita não seja comprovada, objetos, incluindo dispositivos informáticos e eletrônicos, que possam ser utilizados para a prática dos crimes apurados".

A magistrada deu 30 dias para que a polícia faça um relatório sobre o balanço da operação desta quinta.

Relembre

A primeira fase da operação "Checklist" foi em 1º de setembro deste ano. Na época, foram cumpridos 14 mandados de prisão temporária, 16 de busca e apreensão, e mais dois de condução coercitiva. As provas colhidas com os alvos e o resultado de interceptações telefônicas motivaram esta segunda fase.

Quando surgiu a operação, a Secretaria de Mobilidade informou que a denúncia foi recebida na Ouvidoria da pasta e que logo foi encaminhada à polícia.

Entenda

As apurações indicam que os funcionários do setor de fiscalização da secretaria estariam recebendo propina para deixar de vistoriar coletivos que não poderiam mais circular. A pasta se chama Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle (Sufisa).

Segundo os investigadores, parte dos investigados pedia dinheiro para liberar o "selo de vistoria" a cooperativas que quisessem manter os automóveis rodando e livres de fiscalização. Na prática, o selo dizia que o veículo tinha perfeita condição de circular, mesmo sem ser o caso.

A cobrança de propina teria se tornado corriqueira no setor, apontam as denúncias. Nas vistorias, são analisados pontos como eixo, motor, pneu, óleo, pintura, catracas, elevadores e validadores.

A operação é realizada pela 2ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e a Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio Público (Decap), da Polícia Civil.

Trinta e três parquinhos já passaram por manutenção desde o início do Programa Cidades Limpas

SSP/DF  - 02/10/2017 - Trinta e três parques infantis já passaram por manutenção no DF

Na última sexta-feira (29), cinco parquinhos infantis foram entregues à população do Varjão após serem reformados durante o Programa Cidades Limpas. A manutenção dos equipamentos foi feita por 35 sentenciados que cumprem pena no Sistema Penitenciário do Distrito Federal, em regime semiaberto e permissão para trabalho externo concedida pela Vara de Execução Penal (VEP). A reforma durou dez dias e foi solicitada pela Secretaria de Cidades.

Parques infantis de Taguatinga, Núcleo Bandeirante, Plano Piloto, Samambaia, Sobradinho, Planaltina e Santa Maria também já foram reformados neste ano durante o Cidades Limpas nessas cidades pelos sentenciados. Ao todo, 33 parquinhos já foram reformados somente neste ano.

“O Cidades Limpas tem contribuído para a melhoria das cidades e participar dessas ações do Governo de Brasília tem sido relevante. Além disso, é uma oportunidade dos internos remirem suas penas e contribuírem com a população do Distrito Federal”, explicou o subsecretário do Sistema Penitenciário, Osmar Mendonça.

A participação dos internos ocorre por meio do Programa Mãos Dadas, da Subsecretaria do Sistema Penitenciário, que faz parte da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social – SSP/DF. O Programa existe desde de 2011 e atualmente 25 internos contratados e 150 voluntários participam.

“O programa divide-se de duas formas. Em uma delas, o interno é contratado pela Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), recebe o equivalente a ¾ do salário mínimo, auxílio alimentação e remição de sua pena. Já aqueles que se voluntariam para trabalhar, não recebem salários, mas a pena é remida e têm prioridade no caso de novas vagas serem ofertadas pela Funap”, finalizou Osmar.

O Cidades Limpas foi lançado em 2016 e já passou pelo Gama, Itapoã, Paranoá, Ceilândia, Brazlândia, Estrutural, Planaltina, São Sebastião, Fercal, Sobradinho II, Vila Planalto, Guará, Sobradinho, Samambaia, Taguatinga, Riacho Fundo I, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Águas Claras e Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (Saan).

O programa é uma força-tarefa comandada pela Secretaria das Cidades, com o apoio de diversos órgãos do Governo de Brasília, como Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), a Agência de Fiscalização do DF (Agefis) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), SSP/DF, Serviço de Limpeza Urbana (SLU), a Companhia Energética de Brasília (CEB), o Corpo de Bombeiros Militar do DF, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o Detran-DF, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e as Polícias Militar e Civil do DF.

Movimento internacional é celebrado anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença

O câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma. Políticas públicas nessa área vêm sendo desenvolvidas no Brasil desde meados dos anos 80 e foram impulsionadas pelo Programa Viva Mulher, em 1998. O controle do câncer de mama é hoje uma prioridade da agenda de saúde do país e integra o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, lançado pelo Ministério da Saúde, em 2011.

Na década de 1990, nasce o movimento conhecido como Outubro Rosa, ação internacional para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Instituto Nacional de Câncer (Inca) participa do movimento desde 2010, promovendo eventos técnicos, debates e apresentações sobre o tema, assim como produz materiais e outros recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce da doença. No Brasil, o número de mortes causadas pela doença continua alto, muito provavelmente porque ela só é diagnosticada tardiamente.

Outubro Rosa

A iluminação rosa é entendida em todo o mundo como a união pela saúde feminina. O rosa simboliza um alerta às mulheres para que façam o autoexame e, a partir dos 50 anos, a mamografia, diminuindo os riscos que aparecem nesta faixa etária.

Segundo o Inca, o câncer da mama é o tipo que mais acomete as mulheres em todo o mundo. Por isso, é necessário o acompanhamento constante com exame clínico anual das mamas como estratégia recomendada para controle e detecção precoce da doença. Os homens precisam saber que o câncer de mama não é restrito apenas às mulheres, qualquer alteração nas mamas, devem ser observadas imediatamente por médico para poder realizar o diagnóstico.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos. Alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros são mais lentos. Essa doença responde por cerca de 25% dos casos novos de câncer a cada ano. No Brasil, são quase 60 mil novos casos por ano, segundo levantamento do Ministério da Saúde. Existe tratamento para a maioria desses casos e o ministério oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS. Mas prevenir a aparição e frear o desenvolvimento da doença são alternativas possíveis desde que haja informação disseminada na sociedade.

Detecção precoce

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

Além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que mulheres, de 50 a 69 anos, façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas. A mamografia é uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas.

* Com informações do Inca e Ministério da Saúde

O fornecimento será retomado a partir das 8h de quarta-feira (4), e voltará, gradualmente, até o fim de quinta (5)

Metrópoles - 03/10/2017

O racionamento de água no Distrito Federal atinge Paranoá, Gama e outras sete localidades nesta terça-feira (3/10). As cidades são abastecidas pelo sistema Santa Maria/Torto e pela Barragem do Descoberto.

O fornecimento de água será retomado a partir das 8h de quarta (4), e voltará, gradualmente, até o fim de quinta (5). De sexta (6) a domingo (8), as torneiras funcionarão normalmente, mas, na segunda (9), haverá novo corte.

De acordo com a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento (Adasa), o nível do reservatório do Descoberto é de 16,5% e o de Santa Maria é de 28,8%. A última medição é da tarde de segunda (2).

Veja no calendário desta semana os dias e os locais em que haverá interrupção do fornecimento:

 

3 de outubro:
– Gama;
– Paranoá, SMLN (lotes 1 a 13 do trecho 13), Taquari, Condomínio RK e Império dos Nobres;
– Lago Sul (QL 12 a 28, QI 16 a 29, conjuntos 1, 2 e 3 da QI 13), Pontão do Lago Sul, SMDB, Setor Habitacional Dom Bosco/Villages Alvorada, Condomínio Privê Morada Sul;
– São Sebastião, bairros: Oeste (conjuntos 6 a 14 da Quadra 305, conjuntos 6 a 8 da Quadra 306 e Quadra 307), Morro Azul (Ruas 1A, 2 e 4 a 9) e Vila do Boa;
– S. H. Contagem (Condomínios: Contagem, Recanto do Mené, Rio Negro) e Setor de Mansões Sobradinho (Condomínios: Ch. Santa Olésia, Fibral, Mansões Sobradinho, Mini Chácaras, Mirante da Serra, Serra Azul, Sobradinho Novo, Vale das Acácias, Vale das Sucupiras, Vale do Sol, Vale dos Pinheiros, Vila Rabelo).

4 de outubro:
– Ceilândia Leste e QNM, QNJ e as quadras da QNL 1, 3, 5, 7, 9, 11, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 26, 28 e 30 e CNL 1;
– Águas Claras, SMPW (Quadras 1 a 5), Núcleo Bandeirante, C.A. IAPI, CABS (chácara 1 e 2), Candangolândia, Setor de Postos e Motéis e Metropolitana;
– Samambaia e Setor de Mansões de Taguatinga;
– Park Way (Quadras 6 a 29), Vila Cauhy e Vargem Bonita;
– Asa Sul e Lago Sul (QL 2 a 10, QI 1 a 15, exceto conjuntos 1, 2 e 3 da QI 13);
– Jardins Mangueiral;
– São Sebastião, Bairros: Vila Nova e Residencial do Bosque (Exceto os conjuntos B e C das Ruas 23 a 26 e os conjuntos A e B da Rua 27);
– Fercal: Comunidade Lobeiral, Queima Lençol e Fercal Leste.

5 de outubro:
– Taguatinga Sul, Setor Primavera, Arniqueiras, Areal e Riacho Fundo 1;
– Guará I e II, Polo de Modas, Cabs (exceto chácaras 1 e 2), Lúcio Costa, SQB e Caac.
– Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro Novo, Setor de Indústrias Gráficas, Praça Municipal, Setor de Garagens Oficiais, Setor de Administração Municipal, Setor de Divulgação Cultural, Esplanada da Torre, Setor de Recreação Pública Norte;
– Condomínios do Jardim Botânico: Jardim Botânico 3, Jardim Botânico 6, Quintas do Sol, Quintas Bela Vista, Quintas Interlagos, Morada de Deus, Quatro Estações, Maxximo Garden, Belvedere Green, Chácaras Itaipu (exceto 80 a 84), Quintas Itaipu, Jardim da Serra;
– São Sebastião, bairros: Bonsucesso, Residencial Oeste (Quadras 201 a 206, 304, conjuntos 1 a 5 das Quadras 305 e 306) e Centro (Ruas 57 a 62);
– Fercal: Comunidade Engenho Velho.

6 de outubro:
– Taguatinga Norte, incluindo as quadras da QNL 2, 4, 6, 8, 10 e 12;
– SIA, SCIA, STRC, SIN, SOF Sul, SGCV, SMAS, SPO, Cruzeiro Velho, Park Sul, Cidade Estrutural;
– Condomínios do Jardim Botânico: Verde, Chácaras Itaipu 80 a 84, Ouro Vermelho 1 e 2;
– São Sebastião, bairros: Bela Vista, Morro da Cruz e Residencial do Bosque (conjuntos B e C das Ruas 23 a 26 e os conjuntos A e B da Rua 27);
– Fercal: Comunidade Bela Vista.

7 de outubro:
– Ceilândia Oeste;
– Recanto das Emas e Riacho Fundo 2;
– Lago Norte (SHIN e SMLN, exceto lotes 1 a 13 do trecho 13), Varjão, Granja do Torto, SAAN, SOF Norte, Regimento de Cavalaria e Guarda-RCG e SMU.
– Condomínios do Jardim Botânico – San Diego, Jardim Botânico I, Jardim Botânico V, Solar de Brasília, Mansões Califórnia, Condomínio Lago Sul, Jardins do Lago Quadra 1, Estância Jardim Botânico, Mirante das Paineiras, Parque e Jardim das Paineiras, Portal do Lago Sul, Ville de Montagne
– São Sebastião, bairros: São Bartolomeu, Tradicional, Morro Azul (Ruas 1B, 3, 3A e 10 a 17), Oeste (Quadras 101 a 104), Centro (exceto Ruas 57 a 62), João Cândido e São Gabriel;
– Fercal: Comunidade Bananal.