Gama Cidadão | O Seu Portal de Notícias e Cidadania

Dom01222017

Last updateSab, 21 Jan 2017 6pm

Portuguese Arabic English French German Japanese Spanish

Projeto “Arte da terra” promovendo inclusão social

 


Foto: Divulgação / Milene Sodré

O projeto ARTE DA TERRA consiste em uma oficina cerâmica apresentada pelo FAC, Fundo de Apoio à Cultura, que tem como objetivo formar novos artesãos escultores através do ensino da confecção de oito aves brasileiras em argila: Bem te vi, João de barro, Canário da Terra, Papagaio, Tucano, Coruja, Pintassilgo e Pica pau. Pretende-se com isso proporcionar aos alunos uma ocupação que lhes possibilite uma fonte de renda, o resgate da auto estima e a inclusão social. Aprendendo sobre a fauna local e produzindo artesanato de pássaros com simples ferramentas alternativas, os alunos valorizam a identidade cultural, aprendem sobre a necessidade da preservação das espécies assim como divulgam a fauna e arte local.

A oficina já foi realizada na Estrutural e está em andamento na APAED, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais e Deficientes de Taguatinga e Ceilândia. Neste curso o aluno desenvolve sua criatividade e sensibilidade que, conquistadas no manusear o barro, também ajudam a dissolver problemas somatizados e a aprimorar a habilidade psicomotora. Segundo Michele Sodré, artista plástica coordenadora do projeto: ”Vários são os motivos que fazem as pessoas se interessarem pelo curso, mas o mais importante é que independente do motivo, a pessoa resgata o sentido de observar e contemplar a natureza e assim retomar o foco de si e afastar o estresse do dia a dia. E as aves são fonte de beleza e inspiração que muitas vezes são avistadas de nossas varandas e janelas, mas que nós não notamos devido a problemas ou a correria da vida atual.”

O professor do curso, o escultor e artista plástico John Du Francis, desenvolveu uma técnica que facilita o aprendizado do aluno, a técnica dos “5 toques”. Desta forma o aluno modela o pássaro rapidamente e se surpreende com o resultado: “Não tem aluno que pegue na argila e não saia com um passarinho de autoria própria na mão, e o aluno, vendo-se capaz de fazer algo que nunca imaginou fazer, eleva sua confiança e auto estima fortalecendo o sentimento de capacidade para os diversos campos de sua vida.”

O curso proporciona além de diversos benefícios físicos e mentais, um grande incentivo ao turismo e geração de renda através da produção do artesanato. “Esta arte, típica de um determinado local e feita pelas próprias mãos de seus artistas é o retrato mais fiel de uma região, por isso, exaltar a natureza através do artesanato é um complemento perfeito para mostrar a identidade de um povo e destacar suas belezas naturais”, afirma Michele.

O projeto ARTE DA TERRA convida a todos para a exposição e venda dos artesanatos desenvolvidos por alunos da APAED no dia 15 de dezembro de 2016, das 10:00 às 11:30 hs, no salão de festas da APAED localizado na QNM 29 mod D AE C sul. Compareça e conheça a arte da nossa terra!



Foto: Milene Sodré

Portal Gama Cidadão