Atividade em estação ecológica, nesta segunda (29), faz parte da preparação da sociedade civil para o 8º Fórum Mundial da Água. Conferência internacional será no DF, de 18 a 23 de março

Agência Brasília - Raquel Flores

Integrantes da Ama Brasília visitaram a Estação Ecológica Águas Emendadas, em Planaltina, nesta segunda-feira (29). Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Para envolver a comunidade nos debates sobre o uso consciente da água, integrantes da Aliança das Mulheres que Amam Brasília (Ama Brasília) visitaram a Estação Ecológica Águas Emendadas, em Planaltina, nesta segunda-feira (29).

O evento faz parte da mobilização da sociedade civil para o 8º Fórum Mundial da Água, que ocorre em Brasília de 18 a 23 de março, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

O encontro de hoje foi o encerramento de uma série de atividades que a entidade organizou como preparação para o fórum. Para isso, contou com a parceria da Business and Professional Women (Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais) Brasília e da Associação das Soroptimistas do Distrito Federal.

Também estiverem presentes nesta segunda-feira o coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, Niky Fabiancic, e Jorge Werneck, diretor da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa-DF).

As participantes assistiram a uma palestra sobre a história e a importância da estação ecológica, no centro de formação da unidade.

O debate foi apresentado pelo secretário do Meio Ambiente, Igor Tokarski. “A participação da sociedade é fundamental para o sucesso do 8º Fórum Mundial da Água”, disse.

Desde abril de 2017, foram sete reuniões. “Desenvolvemos um programa de educação, em que trabalhamos a conscientização da importância e do valor da água”, explicou a presidente da Ama Brasília, Cosete Ramos.

Para isso, as organizações incentivam a adoção de medidas domésticas simples, como redução do tempo de banho e abertura da torneira apenas pelo tempo necessário.

“Cada família avalia como pode diminuir o consumo”, detalhou Cosete. Ao fim da palestra, as representantes das entidades visitaram a Lagoa Bonita, que fica dentro da estação ecológica.
 

Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar