Aconteceu no dia 16/11, uma reunião do Grupo de Trabalho dos Parques do Gama (GTPG). O evento que foi realizado em dois turnos, teve como objetivo tratar das questões do GTP. A reunião aconteceu na área da administração do Parque Distrital do Gama (Prainha), localizado às margens da DF 290 entre Gama-DF e Novo Gama-GO.

Na parte da manhã, que teve início às 10:00h encerrando-se às 12:30h, estiveram presentes: Juan Ricthelly, José Garcia (Dedé), Cleusa Maria, Lucinaldo José e Carlos Benjoino. Na parte da tarde, que se iniciou às 14:30h indo até as 17:00h, estiveram presentes: Juan Ricthelly, Israel Carvalho, Lucas, Pedro, Jenis Cleiber, Lindalva, Raimundinho, João Breyer, Marília, Vinícius Yann, Geisneer Lourenço, Josué, Garcia (Dedé) e Cleusa Maria.
 

A pauta discutida na reunião foi, a reativação do grupo de trabalho, a situação do Parque Ecológico do Gama, Comissão de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), ingresso de novos membros no grupo, capacitação de membros do grupo, atuação de mandatos dentro do grupo e Conferência Distrital do Meio Ambiente (CDMA 2017).

Veja a seguir o que foi tratado na reunião:

Tema I – Reativação do Grupo de Trabalho

Nesse ponto foi discutida a urgência de se retomar as atividades do Grupo de Trabalho que foi instituído por meio da Portaria nº 80 de Outubro de 2016 da Secretaria de Estado e Meio Ambiente (SEMA), que deu um prazo de 90 dias para a criação de um Regimento Interno, prazo esse que infelizmente não foi cumprido, após um ano de portaria. O membro Juan Ricthelly apresentou um modelo de Regimento Interno para o grupo, disponibilizando-o desde já para todos e todas para apreciação e aprovação em um momento posterior. Falou-se da importância de constituir o Conselho Gestor das Unidades de Conservação do Gama e de como essa é uma etapa importante para a consolidação da defesa do meio ambiente. O membro Dedé, ressaltou o que em todas ações do GTPG e futuro Conselho Gestor deverão ser levadas em consideração o caráter lúdico pedagógico envolvendo as escolas e a população e da importância de se iniciar um processo de ocupação da Prainha pela população por meio da instalação de uma biblioteca.

O membro Carlos Benjoino sugeriu o mapeamento de outras entidades e grupos que façam com afinidade ao que fazemos, bem como a criação de uma agenda e lista de contatos do GTPG, como meio de aproveitar as experiência de outros grupos.

Encaminhamentos: -Marcar reunião para a semana seguinte com pauta única para a aprovação do Regimento Interno do Conselho Gestor; -Marcar reunião com propósito específico de criar um Plano de Atividades para 2018; -Fazer um mutirão de limpeza e aproveitar o espaço ocioso da Prainha, criando a Biblioteca Alma de Gato; -Criar lista de contatos do GTPG e mapear entidades.

Tema II -  Parque Ecológico do Gama (PEG)

Foi discutida a situação do PEG onde o GDF pretende legitimar as invasões presentes na área do parque, excluindo-as da área da poligonal. O membro Juan Ricthelly informou ao grupo que moverá uma representação junto a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente (PRODEMA) para impedir essa ação do GDF, de modo que toda a área seja incluída na poligonal, não fazendo concessão a nenhum grupo em prejuízo da sociedade. Houveram manifestações em defesa dos invasores e contra a representação, mas foi deixado claro que não seria o GTPG a propor, mas uma pessoas física no exercício de sua prerrogativa de cidadão de questionar o Estado quando entende que suas ações são danosas ao patrimônio público e ao meio ambiente.

Encaminhamentos: Não houve.

Tema III – Comissão de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA)

O membro Josué passou um informe sobre a COMDEMA, informando a vontade da Administração Regional em criar a COMDEMA, solicitando ao grupo que indicasse uma data para a eleição dos setes membros representantes da comunidade. Entendeu-se que o cargo de Secretário Executivo presente no Regimento Interno acumulava muitas funções em uma pessoa que ocupa cargo de confiança e pode ser facilmente realocada com as mudanças de governo ou até mesmo de administrador, de modo que criou-se o cargo de Secretário Comunitário Adjunto, que dividirá as funções exercidas pelo Secretário Executivo como meio de preservar a continuidade dos trabalhos executados. Foi marcada a eleição da COMDEMA para o dia 13 de Janeiro de 2018, tendo o auditório do IFB como local sugerido para a votação, estabeleceu-se como requisitos para participar: -Morador; -Zona Eleitoral e Título de Eleitor; -Estar identificado com as questões do Meio Ambiente na cidade; -Participar das reuniões;

Encaminhamentos: Criar imediatamente um formulário online no Google para que os interessados possam se inscrever como candidatos; Reservar o auditório do IFB para o dia 13 de Janeiro de 2018; Redigir uma breve descrição da importância da COMDEMA e do seu papel.

Tema IV – Ingresso de novos membros no GT

Foi anunciado o ingresso de novos membros no GT: -Humberto: (Gestor Ambiental); -Letícia: (Engenheira Florestal); -Vinícius Yann (Estudante de Geografia); -Jenis Cleiber Bragança (Músico e Ambientalista); -Lindalva (Professora); -Carlos Benjoino (Ciclista e ambientalista); -Geisneer Lourenço (Liderança comunitária e ambientalista).

Encaminhamentos: Não houve.

Tema V – Capacitação dos membros do GT

Na última semana foi realizado um curso de Capacitação de representantes de Colegiados de Unidades de Conservação Distritais, no Jardim Zoológico por meio da SEMA, IBRAM e ICMbio, onde várias lideranças ambientais de todo o Distrito Federal estiveram presentes, o curso foi extremamente proveitoso, mas infelizmente, nem 20% das 60 vagas oferecidas e foram preenchidas. Do GTPG participaram: Juan Ricthelly, Jenis Cleiber Bragança e Lindalva. Foram três dias de estudos e palestras sobre a legislação, política e mecanismos de grande importância na atuação daqueles que se pretendem fazer gestores de Unidades de Conservação (UC’s), combinados com dois dias de visitas de campo em unidade já implementadas. Após o curso ficou clara a importância de capacitação constante dos membros do GTPG como meio de fortalecer o grupo, trazendo mais eficiência para a sua atuação por meio do conhecimento sobre os mecanismos adequados de se atuar para a concretização de suas demandas. Sendo assim foi levantada a necessidade de criação de oficinas e cursos de capacitação voltados para o GTPG.

Encaminhamentos: -Criação de cursos e oficinas no calendário de 2018 voltados para a capacitação de membros do GTPG;

Tema VI – Atuação de mandatos dentro do GT

Nos dois anos de atuação do GTPG, dentre os membros da comunidade, governo e aliados, tivemos a colaboração de membros de mandatos distritais dentro do GTPG, fazendo uma interlocução com três deputados distritais. Foi feito um balanço sobre essa questão, onde se surgiu o receio de partidarização do trabalho, tendo em vista a aproximação de um ano eleitoral e o desserviço de um dos referidos mandatos que marcou uma audiência pública para tratar de assuntos da competência do GTPG sem ao menos consultar o grupo. Em meio a isso na reunião matutina foi discutida e encaminhada para a reunião vespertina a possibilidade vedação de atuação de mandatos dentro do GTPG. Após explanação do membro Pedro Antônio, que explicou o seu ponto de vista sobre questão, o grupo entendeu por melhor, não encaminhar a proposição anterior, mantendo e ressaltando o caráter suprapartidário do GTPG.

Foi ressaltado nesse ponto a disponibilização de uma emenda do valor de R$ 1.300.000,00 por meio do Dep. Joe Vale para o PEG, que está retornando pela terceira vez por falta de projeto.

Encaminhamentos: -Fiscalizar o andamento e aplicação da referida emenda parlamentar.

Tema VII – Conferência Distrital do Meio Ambiente (CDMA 2017)

O GTPG teve a felicidade de eleger ao menos quatro delegados para a CDMA 2017, que ocorrerá nos dias 25 e 26 de Novembro, foi discutida a importância de alinhamento entre os delegados durante a conferência, de modo a buscar mais efetivada no interesse comum de todos de atuar em defesa do meio ambiente e de nossa cidade. De modo que, caso haja um pleito durante a conferência para a eleição de delegados nacionais, que os delegados do GTPG busquem junto com os outros delegados do Gama se aglutinar ao redor de um nome, evitando assim fragmentação e perca de uma grande oportunidade de ter um membro nosso em uma instância tão importante de discussão sobre as questões ambientais.

Encaminhamentos: -Articular os delegados em atuação e em torno de uma candidatura nacional caso haja essa possibilidade.

Informes: -Durante a reunião matutina foi possível contar com a beleza de um desfile de uma família de micos e o ar da graça de um Teiú. -Por questões pessoais, Joana D’arc informou ao grupo sobre o seu desligamento do mesmo.


Galeria de fotos, clique aqui!

Da redação do Gama Cidadão

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar