Os jogadores que vestirão a camisa do Gama no Candangão 2018 foram oficialmente apresentados à imprensa em evento na Faciplac, faculdade local da cidade do Gama a qual o time agora tem parceria. Os 39 atletas agora farão baterias de exames para só depois serem postos à prova no Centro de Treinamento Ninho do Periquito no início dos trabalhos para o Candangão do ano que vem.

Bem organizado, o evento apresentou jogador a jogador no palco do auditório da faculdade, além de todos os diretores que estão responsáveis por cuidar do clube nos bastidores do futebol desde o início de 2017, quando Weber Magalhães assumiu o controle do clube com um elenco inchado, montado por seu antecessor e agora vice-presidente de futebol, Tonhão. A ideia dos diretores para 2018 é evitar os gastos desnecessários como ocorreu no Candangão deste ano, levando o clube a um mar de dívidas e ao desastre de ser eliminado pelo Paracatu nas quartas de final de forma melancólica nos pênaltis. 


Animados

O treinador do clube, Carlos Alberto Dias, se mostrou animado em estar a frente do clube e prometeu dar seu melhor para recolocar o Gama entre os melhores do futebol do Distrito Federal. “Todos sabemos da responsabilidade, é um campeonato competitivo, difícil mas nós temos que trabalhar. Conversei na prévia com eles (jogadores), no ano que vem temos uma ideia diferente do que queremos para a competição. Temos que formatar o grupo e o elenco primeiramente com homens e depois com profissionais comprometidos. É uma torcida que cobra bastante e temos de estar preparados”, disse.

Natural da cidade do Gama, o experiente meia Robston volta ao alviverde após 17 anos longe de casa. “Poder voltar ao Gama pra mim é uma alegria muito grande. Sei da importância que esse clube tem para o futebol brasileiro, espero fazer uma boa pré-temporada. Sabemos que tem boas equipes aqui no Distrito Federal mas se o Gama se impor, junto com a sua torcida, sabemos que temos condições de fazer um campeonato forte. Sou muito feliz em voltar ao clube que me projetou para o futebol”, afirmou Robston.
 

O treinador Carlos Alberto Dias garante que dará o seu melhor | Foto: Sérgio Vinícius (BloGama.Net)

Torcida desconfiada
De acordo com os diretores da Sociedade Esportiva do Gama, o clube virá estruturado na parte de saúde para o ano que vem, isso graças ao torcedor Rodolfo Prado que fechou parcerias com a Pump Suplementos, o Centro Hiperbárico de Brasília, a Clínica Qualifisio, o Hospital Santa Luzia e o Sabin. 

A melhoria na estrutura de saúde não refletiu para diminuir a desconfiança da torcida com o elenco e o técnico apresentados. Com um grupo cheio, o time do Gama mescla jogadores muito jovens, na faixa dos 18 aos 20 anos, e outros mais bem rodados, acima dos 30 anos de idade, mas quase todos desconhecidos. 

Os torcedores poderão conhecer de perto os jogadores no dia 15 de novembro no CT Ninho do Periquito. Todos os atletas serão apresentados novamente com portões abertos, apesar disso, o receio da torcida só será sanado após o primeiros testes. A estreia do Periquito no Candangão 2018 será no dia 20 de janeiro contra o Bolamense no Mané Garrincha. 

 

Veja as entrevistas com jogadores do Gama:

Transmissão Ao Vivo da apresentação para 2018:

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar