Trio lidera o projeto criado em Gama – Foto: divulgação

O Jiu-Jitsu é para todos. Seguindo esta filosofia da arte suave, o campeão interino dos moscas do One FC, Adriano Moraes, resolveu inaugurar o Instituto Arte Suave, projeto social para crianças entre 5 e 15 anos na cidade do Gama, em Brasília, ao lado do lutador do UFC Rani Yahya e Ueslei Barbosa, faixa-marrom de Jiu-Jitsu. Adriano, 27 anos, explicou como surgiu a ideia do projeto voltado para as crianças.

“O que o Jiu-Jitsu fez na minha vida me motivou a inaugurar o projeto. Tudo ao meu redor mudou depois que conheci o Jiu-Jitsu. Quero mostrar para as crianças que é treinando e estudando que os sonhos viram realidade. Como Gama é uma das cidades de Brasília que tem um alto índice de criminalidade e abuso infantil, a escolhemos para iniciar o nosso projeto, o Instituto Arte Suave”, conta o faixa-preta, que está no Brasil para ajudar na preparação de Rani para o UFC de Fortaleza, dia 11 de março.

Com oito finalizações no MMA, Adriano Moraes falou dos benefícios do Jiu-Jitsu na qualidade de vida.

“O objetivo do projeto é colocar o Jiu-Jitsu na grade horária de ensino, assim como nos Emirados Árabes. O Jiu-Jitsu será uma ferramenta muito importante na vida dessas crianças e a melhoria nos estudos também será nítida. Ao equilibrar a prática do esporte com o estudo, nós temos a certeza que vamos afastar as crianças da criminalidade. Elas serão seres humanos melhores para o mundo”, encerra Adriano.

Portal do Valetudo - 22/02/2014