O grupo Capoeristas do Rei, fundado apenas há um mês e meio, acolhidos pela igreja Comunidade Cristã Sheknah, conta hoje com um número de 45 e pessoas entre adultos e crianças de ambos os sexos, todos comandados pelo empolgado contra-mestre de capoeira, Pedro Teles, 35 anos. Ele, que foi professor do Centro Cultural Senzala de Capoeira, hoje convertido ao evangelho, dar aulas de graça na igreja por entender que tem o chamado de Deus para trabalhar no resgate de vidas através da capoeira. “O objetivo principal do projeto é trazer pessoa a conhecer o evangelho”, ressalta Pedro.

Apesar de que a cultura da capoeira ter como objetivo fazer com que os participantes de uma roda busquem conhecer um saudável estilo de vida, não é fácil levar esse projeto a todas as igrejas. O conceito de que tudo que é usado como as musicas e os instrumentos também fazem parte de cultos religiosos em terreiros, leva então muita gente ser contra a capoeira dentro das igrejas. No grupo Capoeristas do Rei as músicas são extraídas das mesmas que cantam nos louvores da própria igreja, é o que afirma o contra-meste.

A maior expectativa do grupo é pela troca de cordas, algo muito marcante para todo aluno que freqüenta uma boa roda de capoeira. Esse momento agora está sendo aguardado por todos e que acontecerá em breve entre os participantes do Capoeristas do Rei. 

Para aqueles que tenham o interesse em conhecer o grupo, a participação é aberta à toda a comunidade sem custo algum, basta se dirigir à Igreja Comunidade Cristã Sheknah as terças feiras no horário das 19:30 horas que fica na QI 1 lote 780, próximo ao semáforo do Corpo de Bombeiros no Setor de Industria do Gama.

Por Daniel Santos
Foto: Daniel Santos

Fonte: Facebook Cultuar te