Obrigado por assinar minha petição: Sr(a) Deputado(a), NÃO MEXA NO MEU PARQUE.!

Toda pessoa que se junta a esta campanha aumenta nossa força de ação. Por favor, separe um minuto para compartilhar este link com todos que você conhece:

https://secure.avaaz.org/po/petition/NAO_MEXA_NO_MEU_PARQUE_PL737NAO_Sra_Deputadoa_NAO_MEXA_NO_MEU_PARQUE/?tkqiAab

Vamos fazer a mudança juntos,
Ádila

---
Aqui está a petição para encaminhar para seus amigos:

Sr(a) Deputado(a), NÃO MEXA NO MEU PARQUE.

PARQUE, UMA CONQUISTA DA CIDADANIA.
Deputado (a), NÃO MEXA NO MEU PARQUE.

Entrará em votação o PL nº 737/2015 de autoria do Deputado Distrital Cristiano Araújo e/ou o seu substitutivo, texto da Presidente da Câmara Legislativa, Deputada Celina Leão, que dispõe sobre a "criação, extinção, alteração de limites, funcionamento e categorização de parques e unidades de conservação no Distrito Federal".

Uma lei anti-parques porque inviabiliza quase 100% dos parques do DF As suas disposição implicam em dizer que:

PARQUES QUE ESTÃO INSERIDOS EM Zona de Vida Silvestre de APAS (Áreas de Proteção Ambiental) e deverão ser de Uso restrito, exclusivos para proteção, preservação e estudo científicos e NÃO poderão ter uso do público, são eles:

Parque Veredinha
Parque São Sebastião
Parque Pequizeiros
Parque do Lago Norte
Parque das Garças
Parque Vila Varjão
Parque Taquari
Parque Morro do Careca
Parque do Paranoá
Parque Dom Bosco
Parque Copaíbas
Parque Canjerana
Parque Anfiteatro Natural
Parque Península Sul
ARIE do Bosque
Parque Bernardo Sayão
Parque Enseada Norte

PARQUES QUE NÃO PODERÃO SER IMPLANTADOS OU REVITALIZADOS e já possuem destinação de
Recurso de Compensação Ambiental:

Parque Canela de Ema

Parque Recanto das Emas
Parque das Esculturas
Parque Urbano do Gama (em fase final de obras)
Parque Setor “O” (único da maior cidade do DF)
Parque Península Sul
Parque Burle Marx
Parque do Tororó
Parque Bernardo Sayão

TODOS OS PARQUES IMPLANTADOS SERÃO ATINGIDOS PELOS 300m

Parque Olhos d’Água (todo o parque)
Parque da Asa Sul (área da sede, coopervia, PEC)
Parque Dom Bosco (toda a área de uso extensivo da população, inclusive a ERMIDA)
Parque do Riacho Fundo (toda a área de uso extensivo, com sede, parquinho, coopervia...)
Parque Veredinha (todo o parque)
Parque da Estrutural (sede, parte da coopervia, PEC e campo de futebol)
Parque SaburoOnoyama (praticamente todo o parque, com a piscina)
Parque Cortado(todo o parque)
Parque Três Meninas (área da sede, casarão, espaço de educação ambiental, parquinho...)
Parque do Lago Norte (módulo II)(todo o parque)
Parque Recreativo do Gama (área de uso extensivo da população)
Parque Jequitibás(todo o parque)
Parque Sucupira(praticamente todo o parque)
Parque Cortado(todo o parque)
Parque do Paranoá 
Parque do Sudoeste(todo o parque)
Parque Areal(todo o parque)
Parque Águas Claras (área da sede, quadras poliesportivas, inclusive a coberta, espaço de educação ambiental, partes da coopervia...)

Não permita que o nosso direito aos parques do Distrito Federal seja cassado.

Diga #PL737Não

Apesar das inúmeras denúncias feitas pelo povo Ka’apor sobre a invasão de suas terras por madeireiros, a situação na Terra Indígena Alto Turiaçu continua grave. Os índios estão sendo ameaçados por homens armados e afirmam que os madeireiros colocaram fogo nos limites da terra indígena. Uma das aldeias já está cercada pelas chamas!

A omissão do Estado - que nada tem feito para inibir as agressões praticadas por madeireiros - contribui para a escalada de violência na região. A extração predatória e ilegal de madeira é o grande gatilho de conflitos como estes sofridos pelos Ka’apor. Ao tentar proteger a floresta, eles sofrem represálias e parecem invisíveis para o poder público, que, ao não agir, acaba perpetuando a violência.

O Estado precisa implementar e proteger as terras indígenas, além de reformar o sistema de controle madeireiro para acabar agora com a extração ilegal de madeira e atingir a raiz do problema! Chega de madeira ilegal! Não feche os olhos para esse problema!

Assine a petição

Precisamos de pessoas como você ao nosso lado para continuar nosso trabalho. Só assim podemos expor e combater crimes contra o meio ambiente. Faça parte desse time!

Junte-se a nós

Marina Lacorte
Greenpeace Brasil

Cara comunidade Avaaz,



Os Estados Unidos e a União Europeia estão à beira de dar às empresas mais ricas do mundo o direito de controlar o que todos nós vemos na Internet. É o apocalipse da Internet como conhecemos. Clique para se juntar ao maior apelo do mundo por uma Internet livre e democrática.

assine a peticao

O um por cento mais rico do mundo poderá controlar, para sempre, o que nós vemos na Internet. É o apocalipse da Internet como conhecemos, que vai eliminar a promessa democrática do acesso à informação por todos, como os fundadores da rede mundial de computadores imaginaram. 

Unida, nossa comunidade se moldou baseada nessa visão democrática de Internet, utilizando-a para lutar contra a corrupção, salvar vidas, e levar ajuda para os países em crise. Mas os Estados Unidos e a União Europeia estão à beira de dar às empresas mais ricas do mundo o direito de mostrar os conteúdos que desejarem de forma mais rápida, enquanto bloqueiam ou diminuem a velocidade daqueles que não possam pagar para obter o mesmo destaque aos seus conteúdos. A habilidade da Avaaz de mostrar ao mundo imagens de jornalismo cidadão na Síria, ou promover campanhas para salvar nosso planeta, estão sob ameaça! 

Decisões dos dois lados do Atlântico estão sendo tomadas nesse momento. Mas inovadores tecnológicos, defensores da liberdade de expressão e as melhores empresas da web estão lutando para que isso não ocorra. Se milhões de nós nos juntamos a eles agora podemos criar o maior apelo do mundo para uma Internet livre e democrática. Assine agora e compartilhe com todos:

http://www.avaaz.org/po/internet_apocalypse_loc/?bkqiAab&v=34996

Até hoje, todas as melhorias na velocidade e no funcionamento da Internet beneficiaram a todos nós – se o ultra conservador Fox News de Rupert Murdoch conseguia um modo mais rápido de transmitir vídeos, isso também beneficiava a mídia independente que estivesse mostrando a realidade, por exemplo, na Ucrânia, na Síria ou na Palestina. Políticos deram a isso o nome de “neutralidade da rede” e leis que a protegiam existiam nos Estados Unidos até que um tribunal as derrubasse. Agora o Parlamento Europeu está ameaçando aprovar a regulamentação que dá aos provedores de acesso a Internet o direito de estraçalhar a web e controlar o que vemos, diminuindo a velocidade ou cobrando por sites que não paguem uma taxa. 

Mas nós podemos impedir isso. Em primeiro lugar, levaremos um enorme número de assinaturas do mundo todo uma audiência pública que acontece hoje nos Estados Unidos e que decidirá sobre o restabelecimento da proteção à Internet. Depois, iniciaremos um poderoso grupo de pressão sobre o Parlamento Europeu para garantir que suas comissões ouçam a sociedade. Esse será o primeiro passo para vencer batalhas importantes ao longo dos próximos meses. 

Provedores de Internet como Verizon e Vodafone estão fazendo forte pressão a favor de uma Internet para os ricos. E sem uma resposta massiva dos cidadãos eles poderão vencer, ameaçando todo o trabalho da nossa comunidade. A maior parte da nossa Internet está hospedada nos Estados Unidos e na Europa, de modo que somos todos afetados. Não temos tempo a perder. Clique para se juntar a nós agora:

http://www.avaaz.org/po/internet_apocalypse_loc/?bkqiAab&v=34996

Quando nossa comunidade tinha menos da metade do tamanho que tem hoje, nós nos mobilizamos e ajudamos a acabar com o Acordo Comercial Anticontrafação (tratado ACTA) e interrompemos as leis conhecidas como SOPA (contra a pirataria na Internet) e PIPA (proteção do IP), que traziam  censura à Internet. Vamos agora nos unir e assegurar que aquilo que nos conecta permanecerá livre e aberto. 

Com esperança, 

Pascal, Emma, Dalia, Luis, Emilie, Luca, Sayeeda e toda a equipe da Avaaz 

PS – Muitas campanhas da Avaaz foram criadas por membros da nossa comunidade! Crie agora a sua campanha sobre qualquer tema - local, nacional ou global: http://www.avaaz.org/po/petition/start_a_petition/?bgMYedb&v=23917

 

Por que isto é importante?

O Parque Urbano e Vivencial do Gama do Gama - PUVG, é uma ÁREA PÚBLICA de 590.000 metros quadrados, localizado no Setor Norte do Gama, formada pela fauna e flora típicas do Cerrado brasileiro, além de possuir uma grande quantidade de recursos hídricos.
Como toda área pública, que não está cercada, vigiada e com o domínio do governo do DF, ela se tornou alvo de pessoas, entidades e políticos sem ética e respeito pela coisa pública. Desde 1984, os moradores do Gama vem lutando para que a área não seja parcelada, vendida ou usada como atividades que não seja de um parque urbano e ecológico.
Hoje, além das invasões, os moradores denunciam a construção de estacionamentos por políticos sem caráter e sem compromisso com o desenvolvimento sustentável do Gama.
 

Participe Assine Clique aqui!

Leia mais O “ACORDA GAMA!” APELA POR PARTICIPAÇÃO POPULAR

img
A brasileira Ana Paula Maciel será mantida em prisão preventiva por 2 meses após protesto pacífico. (Foto: © Dmitri Sharomov / Greenpeace)

Um grupo de 28 ativistas do Greenpeace Internacional e dois jornalistas estão presos na Rússia suspeitos de pirataria. Entre eles está a bióloga brasileira Ana Paula Maciel, de 31 anos.

O grupo foi preso no dia 19 após um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico, em uma plataforma da Gazprom, no mar Pechora. Todos eles podem ser condenados a até 15 anos de prisão.

Precisamos de sua ajuda para levar Ana Paula, os ativistas e jornalistas de volta para casa. Envie uma carta à presidente Dilma e ao embaixador da Rússia no Brasil Sergey Pogóssovitch pedindo a intervenção deles junto às autoridades russas.

Você também pode ligar para a Embaixada ou para os Consulados do Rio de Janeiro e São Paulo para pedir a libertação da nossa ativista Ana Paula.

Clique aqui!

Embaixada da Rússia: (61) 3223.3094/4094
Consulado Geral da Rússia em São Paulo: (11) 3814.4100
Consulado Geral da Rússia no Rio de Janeiro: (21) 2274.0097

Libertem nossos ativistas. Libertem a brasileira Ana Paula. Assine.

Fonte: Greenpeace Brasil

Para:Administração Regional do Gama

A população do Gama vem, por meio deste abaixo-assinado, solicitar a Administração Regional do Gama que nas comemorações do 53º aniversário da cidade:
1) A FAAGAMA 2013 seja em Homenagem ao músico Carlinhos Piaui.
O músico, falecido recentemente é um ícone na cultura do Gama e que fez importantes contribuições à cidade que adotou para morar e representar.
2) A apresentação do músico Edvaldo Santana
O músico paulista tem estreitas ligações com o Gama e com o homenageado proposto, laços de fortes amizades e cooperação intelectual e cultural com o Gama
3) Que os músicos locais, que antecederem as atrações principais, interpretem canções de Carlinhos Piaui.
Sendo esta a vontade popular, encaminhamos este documento e aguardamos o seu deferimento


Os signatários

ASSINAR este abaixo-assinado Clique Aqui!

Página 1 de 2